Última hora

Última hora

Navalny denuncia "corrupção olímpica" nos Jogos de Sochi

Em leitura:

Navalny denuncia "corrupção olímpica" nos Jogos de Sochi

Tamanho do texto Aa Aa

Grande antagonista de Vladimir Putin, Alexei Navalny denunciou esta segunda-feira os gastos excessivos e uma “corrupção olímpica” – em benefício dos “amigos do peito” do presidente – nos trabalhos para os Jogos de Sochi, que arrancam a 7 de fevereiro.

Os dados publicados na internet (sochi.fbk.info/en) indicam que os Jogos de Inverno já custaram perto de 50 mil milhões de dólares (cerca de 36,5 mil milhões de euros), cinco vezes mais que Vancouver há quatro anos.

Segundo Putin, os preparativos custaram cerca de 6,5 mil milhões de dólares.

Alexei Navalny afirma que “desde o início, o projeto de Sochi foi concebido não apenas para realizar os Jogos Olímpicos mas também para enriquecer um pequeno número de amigos do peito de Putin”.

O homem que liderou as manifestações contra o senhor do Kremlin (2011-2012) estima que a corrupção representa mais de 30% dos custos, mas não apresenta provas sólidas de como o dinheiro terá sido desviado.

Nas ruas, a população diz que “é muito possível” que tenha existido corrupção porque na “Rússia é assim: todos querem receber o seu quinhão em tudo” o que é feito.

Navalny apresenta vários exemplos de conflitos de interesse e defende que a Rússia gastou o dobro do que era necessário e que fica muito mal na fotografia ao produzir os Jogos Olímpicos mais caros da História.