Última hora

Última hora

Sochi 2014: Tocha olímpica arde na Daguestão e está no Chechénia

Em leitura:

Sochi 2014: Tocha olímpica arde na Daguestão e está no Chechénia

Tamanho do texto Aa Aa

A 10 dias do início dos Jogos Olímpicos de Inverno, a tocha olímpica acaba de passar pelo Daguestão e pela Chechénia, na região do Cáucaso. É mais uma escala da longa viagem de mais de 55 mil km que a chama acesa simbolicamente em Atenas, na Grécia, está a realizar e que já a levou à órbitra do planeta Terra (esteve na Estação Espacial Internacional), ao Pólo Norte e inclusive a mergulhar no maior lago de água doce do Mundo, o Baikal.

Na segunda-feira, a chama passeou-se pelo Daguestão, uma zona da Rússia que se tornou o epicentro de uma revolta islâmica contra Moscovo e de onde terão saído os dois bombistas suicidas que em dezembro mataram mais de 30 pessoas em Volvogrado, a 600 quilómetros quer da capital russa quer de Sochi.

Os atentados de Volvogrado somados a outras ameaças colocadas sobre os jogos, fizeram com que presidente Vladimir Putin fizesse da segurança uma das prioridades na preparação das Olímpiadas, evento que o líder do Kremlin tem revelado querer aproveitar para melhorar a imagem política e humana da Rússia.

É, por isso, sob fortes medidas de segurança, mas também com a promessa de uma grande festa, que os Jogos Olímpicos de Inverno vão arrancar em Sochi a 7 de fevereiro.