Última hora

Em leitura:

Ucrânia: Ianukovitch promete rever leis anti-manifestações


Ucrânia

Ucrânia: Ianukovitch promete rever leis anti-manifestações

O presidente da Ucrânia está disposto a rever as leis anti-manifestações. A garantia de Viktor Ianukovitch surgiu depois de um encontro com os líderes da oposição, na noite de segunda-feira.

Na reunião o presidente recebeu a recusa do cargo de primeiro-ministro, pelo antigo ministro da economia, Arseny Iatseniuk.

A oposição exige várias concessões, incluindo uma amnistia para os manifestantes detidos e que Ianukovitch perceba a realidade do país.

“Não quero que o presidente viva numa bolha informativa criada pelas pessoas que o rodeiam, onde lhe dizem que está tudo perfeito. Dizem-lhe que muitas coisas que se passam, hoje, na sociedade são inventadas por um pequeno grupo de extremistas. Na realidade, o problema que existe na Ucrânia, e que estamos a enfrentar, é o resultado de políticas medíocres,” assegura o líder da oposição, Vitaly Klitschko.

Centenas de manifestantes continuam acampados na Praça da Independência em Kiev. Exigem eleições antecipadas e prometem continuar a luta. Um dos manifestantes afirma que “as pessoas querem paz. Ninguém quer lutar, mas as pessoas têm uma posição firme. Querem que sejam adotadas leis que sirvam a população e não os políticos. As pessoas mataram os escravos que existiam dentro de si mesmas, estas são pessoas livres, já são invencíveis. Nem os políticos nem o derramamento de sangue, pelas autoridades, podem detê-las.”

A chefe da diplomacia externa da União Europeia, Catherine Ashton, desloca-se esta terça-feira a Kiev para mediar o conflito que opõe a oposição ao Presidente Viktor Ianukovitch.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

EUA: Cambistas de bitcoins detidos por envolvimento em esquema de lavagem de dinheiro