Última hora

Última hora

Bancos: Proposta europeia ameaçada à nascença

Em leitura:

Bancos: Proposta europeia ameaçada à nascença

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia quer impedir os grandes bancos de negociarem no mercado por conta própria, para limitar os riscos e evitar uma nova crise. Bruxelas poderá dar também aos reguladores nacionais o poder de impor, se for necessário, uma separação de atividades.

A proposta foi apresentada pelo Comissário europeu para os Assuntos Financeiros, Michel Barnier, e visa apenas três dezenas de bancos europeus, que são ainda considerados demasiado grandes para falir.

Mas o documento fica aquém das recomendações feitas há dois anos por um grupo de peritos e poderá mesmo nunca vir a ser aplicado, já que França e Alemanha se mostraram desfavoráveis, considerando que as suas leis são suficientes.

Desde 2008, a Europa gastou 10% da sua riqueza para salvar os bancos.