Última hora

Última hora

Europeu de há 7000 anos era moreno de olhos azuis

Em leitura:

Europeu de há 7000 anos era moreno de olhos azuis

Tamanho do texto Aa Aa

Como era o homem europeu de há sete mil anos? Segundo as análises genéticas feitas por pesquisadores espanhóis, com base no esqueleto de um caçador-recoletor, o europeu desta época era moreno e tinha olhos azuis. Uma teoria que vem contrariar as anteriores, segundo as quais os primeiros europeus eram loiros.

Os restos mortais foram descobertos em 2006, numa gruta subterrânea nas montanhas cantábricas, uma zona que reúne as condições ideais para a preservação do ADN: “É uma combinação de elementos que não podem ser encontrados no atual contexto genético da Europa. Este homem é europeu, do ponto de vista do genoma. No entanto, tem uma pigmentação mais escura e olhos azuis”, diz Carles Lalueza-Fox, do Conselho Superior de Pesquisa Científica de Barcelona.

A cor de pele clara pode ter aparecido mais tarde do que se pensava. Os pesquisadores sugerem que este homem das cavernas desenvolveu intolerância à lactose e tinha dificuldade em digerir o leite.

Lalueza-Fox garante: “A partir de agora, vamos conseguir reconstruir a pré-história genética da Europa, com um nível de detalhe que antes nem podíamos imaginar. A partir de agora, pensamos poder reconstruir genomas de homens do paleolítico, neolítico, idade do bronze e idade do cobre”.

Segundo os pesquisadores espanhóis, esta é a primeira reconstrução do genoma de um caçador-recoletor europeu. É, por enquanto, o mais antigo da pré-história. No mesmo local, foram encontrados os restos mortais de outro homem. Em breve, o ADN deste segundo esqueleto vai também ser analisado e os cientistas esperam poder reconstruir o genoma.