Última hora

Última hora

Comunidade gay elogia "Clube de Dallas"

Em leitura:

Comunidade gay elogia "Clube de Dallas"

Tamanho do texto Aa Aa

O “Clube de Dallas” é um dos favoritos na corrida aos óscares.
Recebeu seis nomeações, incluindo melhor ator principal e melhor ator secundário e fez vinte milhões de dólares de receitas de bilheteira.

O filme conta a história de um texano homofóbico a quem é diagnosticado o vírus da SIDA, em 1985. Perante a falta de tratamentos para a doença acaba por juntar-se a um grupo de marginais e funda com sucesso um clube de compradores de medicamentos.

Matthew McConaughey incarna o papel principal e esteve em Roma para promover o filme.

“A comunidade gay e lésbica recebeu muito bem o filme. Muitas pessoas vêm ter comigo para dizer que se lembram dessa época, que perderam um irmão ou um amigo devido ao HIV. Nessa altura não se falava da doença, quando olhamos para trás e comparamos com os dias de hoje há uma grande diferença.Tenho amigos que tiveram HIV mas que nunca sequer pronunciaram esse nome porque era tabu”, contou o ator.

Jared Leto incarna a figura de um transexual que vai ajudar o protagonista. O ator norte-americano admite que não preparou o discurso para os óscares porque não está a pensar ganhar.

“Parto do princípio que não terei a oportunidade de subir ao palco, é o mais provável. Mas tenho tido muito apoio e carinho e não estou à espera de nada. Estou a aproveitar ao máximo o momento, ter sido nomeado, isso já é bom, disse Jared Leto.

O filme chegou este mês às salas de cinema portuguesas.
Os óscares são anunciados a 2 de Março.

Outras notícias:

A segunda parte da trilogia “Buda” chega às salas de cinema em 2014.

O filme baseai-se na obra de Osamu Tezuka, o criador do célebre robô Astro Boy que é considerado o pai do manga moderno.

A estreia mundial do filme decorreu esta semana em Paris.
“Buda 2” foi realizado por Toshiaki Komura.

“No primeiro filme a história era mais dramática e espetacular. Há algumas mudanças súbitas no segundo filme ligadas ao desenvolvimento da personagem do Buda. Por isso em termos da história há muita riqueza no segundo filme”, contou o realizador.

Na segunda parte da trilogia sobre o budismo, o príncipe Sidarta, herdeiro do reino enfrenta uma guerra com um inimigo poderoso. Ao mesmo encontra encontra Migaila e descobre o amor.

O filme chega na próxima semana às salas de cinema japonesas e não tem data de estreia anunciada em Portugal.