Última hora

Última hora

EUA preocupados com atraso na entrega de arsenal químico sírio

Em leitura:

EUA preocupados com atraso na entrega de arsenal químico sírio

Tamanho do texto Aa Aa

Apenas cerca de 4 por cento do arsenal químico sírio mais perigoso já saiu para o estrangeiro. Uma situação que vai obrigar a redefinir o calendário inicialmente previsto para entrega e destruição das armas químicas.

De visita à Polónia, o secretário da Defesa norte-americano, Chuck Hagel, desfiou Bashar Al-Assad a respeitar os compromissos:

“Os Estados Unidos estão preocupados com o atraso do governo sírio na entrega das armas químicas porque foi definido um calendário com o qual concordou.”

Um atraso de seis e oito semanas em relação ao calendário inicial.

Até ao momento, apenas dois carregamentos de agentes químicos saíram do porto de Latakia para serem destruídos no mar.

O acordo para a destruição do arsenal químico sírio assinado, em setembro, impediu que Washington avançasse com uma ação militar em resposta a um ataque químico perto de Damasco.