Última hora

Última hora

Itália: M5S transforma parlamento num circo romano

Em leitura:

Itália: M5S transforma parlamento num circo romano

Tamanho do texto Aa Aa

Tornou-se num autêntico circo romano, na quarta-feira, o parlamento italiano. Após a presidente da Assembleia, Laura Boldrini, adotar pela primeira vez na história do parlamento italiano um instrumento legal que lhe permitiu acabar unilateralmente com a discussão de uma lei que durava há mais de trinta horas e passar diretamente para a aprovação da mesma, representantes do Movimento Cinco Estrelas (M5S) levantaram-se em ruidoso protesto.

Não contentes, os membros do partido minoritário, que é a terceira força política da câmara baixa italiana, tomaram com veemência o centro da Assembleia – alguns com a boca tapada por panos brancos, outros ostentando cartazes em que se liam palavras como “corruptos”, “vendidos” e “vergonha.”

Depois do espetáculo da véspera, esta quinta-feira, os deputados do Cinco Estrelas voltaram à carga e invadiram alguns gabinetes parlamentares para impedir as respetivas comissões de trabalharem com normalidade.

O M5S é liderado pelo ator Beppe Grillo, que, apesar do estatuto, não tem assento parlamentar. Há alguns meses, o movimento iniciou uma campanha contra o Presidente Giorgio Napolitano, abrindo inclusive uma página de internet onde publica variados artigos a denunciar, entre vários artigos, a alegada atividade anticonstitucional do Chefe de Estado.

Napolitano, de 88 anos, acaba de ser, inclusive, alvo de uma inédita moção de censura, pelo M5S. Este tipo de ação parlamentar é habitual em Itália, mas até agora, regra geral, dirigida apenas ao governo. Desta feita, contudo, a “fava” coube ao Presidente, sob acusação de abuso de poder e de promulgar leis que vão contra a Constituição de Itália.

Reeleito em abril do ano passado, Napolitano é o primeiro Presidente da República italiana a ser reconduzido num segundo mandato de sete anos. Apesar dos “ataques” do M5S, o Presidente mantém o apoio da maioria dos deputados e senadores italianos.