Última hora

Última hora

Sem a presença de Amanda Knox, tribunal italiano anuncia veredito final

Em leitura:

Sem a presença de Amanda Knox, tribunal italiano anuncia veredito final

Tamanho do texto Aa Aa

Sem a presença de Amanda Knox, o Supremo Tribunal italiano vai anunciar esta quinta-feira o veredito final da norte-americana que foi acusada de assassinar uma colega de quarto britânica em Itália, em 2007.
Amanda está em Seattle depois de ter sido absolvida em outubro de 2011, mas o ministério público italiano recorreu.
O italiano Raffaele Sollecito, que na altura do crime era namorado da norte-americana, já esteve no tribunal esta manhã e pode ser condenado a uma pena de 30 anos de prisão.

No início deste mês, Amanda Knox reafirmou a inocência e garantiu estar preparada para fugir no caso de ser considerada culpada e quer lutar contra uma possível extradição para Itália.

Recorde-se que a estudante de Seattle que vivia em Perugia, em Itália, e partilhava casa com a britânica Meredith Kercher quando esta foi encontrada morta na noite de 1 de Novembro de 2007. Amanda e ex-namorado foram detidos e condenados em 2009 pelo homicídio de Meredith, mas foram ilibados em 2011, quando o tribunal de recurso de Perugia anulou o veredicto por “falta de provas materiais”.

O Supremo Tribunal ordenou um novo julgamento, alegando “falhas e contradições” na decisão dos juízes do recurso, sendo conhecido hoje o veredito final.