Última hora

Última hora

Austrália: Decisão das autoridades pode colocar em perigo a Grande Barreira de Coral

Em leitura:

Austrália: Decisão das autoridades pode colocar em perigo a Grande Barreira de Coral

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades australianas que superintendem a Grande Barreira de Coral aprovaram um plano que visa depositar três milhões de metros cúbicos de sedimentos no fundo daquele parque marinho.

O objetivo da operação é transformar o porto de Abbot Point, no norte de Queensland, no maior porto de carvão do mundo.

“O material dragado em Abbot Point é composto por 70% de areia e 30% de siltes e argilas. Não contém materiais tóxicos”, disse Russell Reichelt, do Parque Marinho da Grande Barreira.

Os pescadores da região não parecem partilhar da decisão governamental.

“Pensamos que se depositassem os sedimentos em terra a cidade beneficiaria mais economicamente, mas uma vez que foi aprovado despejá-los no mar, não se sabe o que vai acontecer”, afirmou Terry Must, um pescador local.

A Grande Barreira de Coral tem cerca de 10% dos recifes existentes no mundo. No ano passado, a UNESCO ameaçou colocá-la na lista de locais em perigo, ou mesmo excluí-la da lista do Património Mundial da Humanidade, se nada for feito para a proteger até junho deste ano.