Última hora

Última hora

Costa Rica e El Salvador elegem presidente

Em leitura:

Costa Rica e El Salvador elegem presidente

Tamanho do texto Aa Aa

Dois países da América Central vão às urnas este domingo. Na Costa Rica, a defesa do ambiente e a luta contra a corrupção estão em alta, com o jovem José Maria Villalta em liça para passar à segunda volta das presidenciais.

O político de 36 anos, candidato da “Frente Amplio”, fez da ecologia e do combate à corrupção as suas bandeiras eleitorais e está a conseguir intrometer-se no tradicional bipartidarismo do país, dominado por conservadores e liberais.

Na frente das sondagens segue Johnny Araya, o antigo presidente da câmara de San José, candidato do Partido da Libertação Nacional (PLN) da presidente Laura Chinchilla, a primeira mulher a dirigir a Costa Rica.

Mais a Norte, em El Salvador, os ex-guerrilheiros da Frente Farabundo Marti procuram continuar no poder mais cinco anos depois de, em 2009, terem acabado com 20 anos de hegemonia da direita. O ex-comandante Salvador Sanchez Cerén promete dar continuidade ao programa de luta contra a pobreza iniciado por Mauricio Funes que não pode candidatar-se a um segundo mandato.

Apoiado pelos meios empresariais, Norman Quijano é o candidato da direita à presidência de um país minado pela corrupção e a impunidade.

Tanto em El Salvador, como na Costa Rica, espera-se a necessidade de uma segunda volta para eleger o presidente.