Última hora

Última hora

John Kerry: "EUA e UE estão ao lado do povo ucraniano"

Em leitura:

John Kerry: "EUA e UE estão ao lado do povo ucraniano"

Tamanho do texto Aa Aa

“Os Estados Unidos e a União Europeia estão ao lado do povo ucraniano no seu combate”, palavra do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, na Conferência sobre Segurança, em Munique na Alemanha.

Washington e Bruxelas marcam posição de apoio à contestação e mandam recados à Rússia, o principal aliado do Presidente Ianukovich:

“A grande maioria dos ucranianos quer viver, livremente, num país seguro e próspero. E estão a lutar pelo direito de se associarem a parceiros que ajudem a realizar as suas aspirações. Eles decidiram que isso significa que o seu futuro não tem de estar ligado apenas a um país e, certamente, não através de coação”, afirmou Kerry.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, reage atacando a comunidade internacional:

“Porque não condenam aqueles que tomaram e se mantêm em edifícios governamentais? Atacaram e lançaram fogo aos polícias? Usaram slogans racistas, antissemitas e nazis?”

Do lado da oposição ucraniana esperam-se mais do que palavras vindas do ocidente, quer-se ação. John Kerry disse que os EUA e a UE apoiam, totalmente, o povo da Ucrânia. Mas os líderes da oposição ucranianos esperam convencer os Estados Unidos e a Europa de que a aplicação de sanções contra o governo de Ianukovich será o próximo passo lógico na resolução da crise política.