Última hora

Última hora

Líderes da oposição ucraniana presentes na Conferência de Segurança de Munique

Em leitura:

Líderes da oposição ucraniana presentes na Conferência de Segurança de Munique

Tamanho do texto Aa Aa

No quadro da 50ª edição da Conferência de Segurança de Munique os líderes da oposição ucraniana Vitaly Klitshko e Arseniy Yatsenyuk reuniram-se esta sexta-feira com Catherine Ashton, responsável da diplomacia europeia, e Frank-Walter Steinmeier, ministro dos Negócios Estrangeiros da Alemanha.

A crise da Ucrânia é um dos assuntos agendados para a conferência que decorre até domingo.

“As sanções são o instrumento perfeito para convencer o Governo a reger-se pelos princípios da democracia e não da ditadura”, disse Arseniy Yatsenyuk.

O responsável pela diplomacia polaca não está de acordo com a oposição ucraniana.

“As sanções levam ao fim do diálogo político. Estamos numa situação em que o Presidente da Ucrânia fez concessões importantes à oposição. As negociações entre o Governo e a oposição continuam e devemos fazer tudo para os encorajar a encontrar um compromisso”, afirmou Radek Sikorski.

Na 50ª edição da Conferência de Segurança de Munique estão também presentes, entre outros, Sergei Lavrov, ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Leonid Kozhara, responsável pela diplomacia ucraniana e John Kerry, secretário de Estado norte-americano, com quem os líderes da oposição se encontram hoje.

“A Ucrânia está no topo da agenda da Conferência de Segurança de Munique mas também foi atribuída muita importância ao Irão, à Síria e à situação no Médio Oriente”, sublinha Fariba Mavaddat, da Euronews, em Munique.