Última hora

Última hora

Violência na Tailândia a menos de 24h das legislativas

Em leitura:

Violência na Tailândia a menos de 24h das legislativas

Tamanho do texto Aa Aa

Na Tailândia a violência intensifica-se, uma situação que faz antever um processo eleitoral – as legislativas que decorrem este domingo – de grande instabilidade.
.
Em Banguecoque, ouviram-se dezenas de tiros e pelo menos duas explosões, demonstração do aumento da tensão entre manifestantes anti e pró-governo, há vários feridos.

Este sábado, os confrontos começaram quando um grupo de partidários do governo se aproximou de manifestantes da outra fação que bloqueavam um edifício de onde saíam as urnas para serem distribuídas pelas assembleias de voto.

Os manifestantes antigovernamentais querem impedir o ato eleitoral por considerarem que estas são umas eleições baseadas na tirania, como se pode ler em cartazes que transportam.

O primeiro-ministro Shinawatra enfrenta três meses de protestos, quase diários. Os seus oponentes exigem “a cabeça” do seu irmão Thaksin, ex-chefe de governo deposto por um golpe militar em 2006. Este multimilionário no exílio é acusado de continuar a governar, uma espécie de chefe do executivo sombra, pondo em prática um sistema de corrupção generalizado a favor dos seus aliados.