Última hora

Última hora

Europa do Atlântico continua em alerta às marés e ao vento

Em leitura:

Europa do Atlântico continua em alerta às marés e ao vento

Tamanho do texto Aa Aa

Toda a costa atlântica da Europa está a ser assolada por vagas de vários metros de altura.

Em Espanha, uma criança desapareceu este fim de semana. É toda a zona costeira do País Basco e da Galiza que estão a ser afetados. Os danos materiais ainda não estão contabilizados.

O mesmo cenário em Portugal, de norte a sul, onde a zona costeira está sob forte pressão das marés e do vento. Esta segunda-feira, 15 distritos estiveram sob alerta laranja e o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê ainda bastante agitação marítima, vento forte, chuva e queda de neve acima dos seiscentos metros. O alerta mantém-se em vários distritos até à próxima quarta-feira.

Em Itália, as fortes chuvas deixaram inundadas várias áreas. Fiumicino, nas proximidades de Roma, esteve esta segunda-feira debaixo de água e o mesmo cenário repetiu-se um pouco por toda a região de Reggio Calabria.
As inundações já mataram três pessoas – duas mulheres e uma criança.

Mais a norte são as baixas temperaturas – a neve e o gelo – que dificultam a vida dos cidadãos.

Na Eslovénia, um quarto da população não tem eletricidade. 40% das escolas estão encerradas.

O governo foi obrigado a pedir a ajuda de países vizinhos, da União Europeia, no fornecimento de geradores para produzir eletricidade.

Segundo o Ministério da Agricultura, 500 mil hectares de floresta terão sido destruídos pelo gelo, metade da área florestal do país.