Última hora

Última hora

Canal do Panamá: Obras de expansão vão continuar

Em leitura:

Canal do Panamá: Obras de expansão vão continuar

Tamanho do texto Aa Aa

A empresa espanhola Sacyr anunciou que as negociações sobre o Canal do Panamá “continuam abertas” e que “os trabalhos continuam”. A informação foi avançada ao fim da tarde desta quarta-feira pela agência France Presse.

Antes, o Grupo Unidos pelo Canal, liderado pela Sacyr e pela italiana Impregilo, tinha comunicado a rotura das negociações com a Autoridade do Canal do Panamá, o que punha em “risco iminente” as obras de expansão do canal e até 10 mil postos de trabalho.

“Quero deixar claro que o Canal do Panamá não vai ceder a chantagem. O Canal do Panamá vai cumprir com os principais pontos do contrato e vai terminar esta obra em 2015, com ou sem o GUPC”, disse Jorge Quijano, Administrator da Autoridade do Canal do Panamá.

A polémica arrasta-se desde o início do ano quando o consórcio anunciou a suspensão dos trabalhos até receber 1,16 milhões de euros, o que as autoridades do Panamá consideraram uma “pressão inaceitável”.

A ministra espanhola do Fomento, Ana Pastor, apelou à “responsabilidade” das partes envolvidas na expansão do Canal.

“Peço a ambas as partes que cheguem a acordo porque a pior das soluções é as obras não continuarem”, disse a ministra.

Iniciadas em 2007 e com o prazo de conclusão previsto para junho de 2015, as obras da expansão têm sido afetadas pelo que o consórcio diz ser falta de garantias financeiras.