Última hora

Última hora

Philip Seymour Hoffman: Polícia detém quatro suspeitos

Em leitura:

Philip Seymour Hoffman: Polícia detém quatro suspeitos

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia de Nova Iorque deteve quatro pessoas suspeitas de terem vendido a heroína que terá provocado a morte de Philip Hoffman.

Os suspeitos, três homens e uma mulher, vão, agora, a ser interrogados.

O ator foi encontrado morto, este domingo, no apartamento onde vivia em Manhattan. Na casa, a polícia encontrou dezenas doses de droga, fármacos e injeções.

Os resultados da autópsia, ainda, não são conhecidos, mas as análises confirmaram que a droga encontrada nas saquetas era heroína.

No ano passado, o ator admitiu ter voltado a consumir drogas depois de um interregno de 23 anos. Deu entrada numa clínica de reabilitação, mas não conseguiu largar o vício.

O consumo de heroína não para de aumentar nos Estados Unidos. Um vício desencadeado pelo consumo excessivo de determinados medicamentos que exigem prescrição médica.

“Para Hoffman o preço não era importante. Certo é que a facilidade com que se encontram determinados produtos no mercado faz com que muita gente volte a consumir heroína” refere Harris Stratyner, presidente de uma clínica de tratamento.

Em mais de duas décadas, ator e encenador, participou em mais de três dezenas de filmes.

Distinguido em 2005 com o Óscar de Melhor Ator, Hoffman de 46 anos deixa por estrear quatro filmes e uma série de televisão.