Última hora

Última hora

ONU pressiona Santa Sé e exige padres pedófilos nos tribunais civis

Em leitura:

ONU pressiona Santa Sé e exige padres pedófilos nos tribunais civis

Tamanho do texto Aa Aa

A Igreja Católica está sob pressão das Nações Unidas (ONU) por causa dos alegados abusos sexuais sobre crianças cometidos por padres e que têm sido de certa forma abafados pela Santa Sé. A ONU quer ver os padres pedófilos ser denunciados e julgados em tribunais civis, fora do Vaticano.

O Comité das Nações Unidas para os Direitos da Criança, no relatório apresentado esta quarta-feira em Genebra, exige, por isso, à Santa Sé a entrega de todas as informações arquivadas no Vaticano sobre alegados abusos registados no seio da Igreja Católica.

“A principal descoberta do Comité foi que a Santa Sé adotou práticas e políticas que permitiram a continuação dos abusos pelos criminosos”, afirmou Kirsten Sandberg, presidente do Comité.

O Papa Francisco circulou, entretanto, esta quarta-feira por entre os fiéis no Vaticano. A agência de notícias italiana, a ANSA, deu pouco ou nenhum eco do relatório da ONU, mas na praça de São Pedro, contudo, os fiéis também exigem medidas.

“É claro que os padres devem ser levados a tribunal”, defendeu um homem. Um grupo de raparigas pediu a “excomunhão” dos padres pedófilos. “Eles devem ser expulsos da igreja”, atirou uma, enquanto outra disse que “eles não devem tocar em ninguém, sobretudo, em crianças.”

Há muito que o Vaticano omitia informações sobre eventuais crimes pedófilos na igreja sob pretexto de que deveriam ser tratados em exclusivo pela Santa Sé. O próprio Papa Francisco criou, contudo, em 2013 uma comissão especial no Vaticano para investigar estes alegados abusos sexuais sobre crianças cometidos por padres.