Última hora

Em leitura:

RCA: Regresso do exército marcado pelo linchamento de um suposto rebelde


República Centro Africana

RCA: Regresso do exército marcado pelo linchamento de um suposto rebelde

Foi com o linchamento de um suposto rebelde que se terminou a cerimónia oficial de entronização das novas forças armadas da República Centro-Africana.

O exército reuniu-se pela primeira vez desde o golpe de estado dos rebeldes muçulmanos, em março do ano passado, perante a autoridade da nova presidente.

No discurso, Catherine Samba-Panza quis mostrar firmeza:

“No prazo de um mês quero garantir a segurança, se não de todo o país, pelo menos da maior parte. Todos serão responsáveis pelos seus atos. Isto é um aviso aos que semeiam a desordem no país”.

Mas, assim que a cerimónia terminou, a realidade era outra. Um grupo de militares perseguiu e atacou um homem acusado de ser membro da Séleka, a principal mílicia muçulmana rebelde.

O homem foi brutalmente assassinado com pontapés, pedradas e facadas e, segundo testemunhas, o seu corpo foi decepado e queimado por uma multidão, sob o olhar da imprensa internacional e perante a impassividade do exército do país.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Greve do metro dificulta a vida aos londrinos