Última hora

Última hora

Holanda cresceria mais se saísse da UE, alegam nacionalistas

Em leitura:

Holanda cresceria mais se saísse da UE, alegam nacionalistas

Tamanho do texto Aa Aa

O holandês Geert Wilders, líder do Partido da Liberdade, de cariz nacionalista, voltou a pedir a saída do seu país da União Europeia (UE), argumentando que a economia cresceria 10% numa década.

Wilders divulgou, esta quinta-feira, um estudo encomendado a uma empresa de consultoria britânica, que lhe deu o título “Nexit”, numa alusão à saída.

“Nexit significaria que deixaríamos de ter de pagar milhares de milhões a Bruxelas e aos países fracos do sul da Europa, que poderíamos economizar milhares de milhões ao libertarmo-nos dos regulamentos da UE, que poderíamos travar a imigração em massa e deixar de pagar subsídios da segurança social aos búlgaros e aos romenos, por exemplo”, disse o político.

O ministro das Finanças da Holanda já veio criticar o documento, alegando que o país tira grandes benefícios do facto de integrar o mercado da UE e de ter aderido à moeda única.

Mas com a atual crise na zona euro, Geert Wilders tenta capitalizar votos nas próximas eleições para o Parlamento Europeu, onde quer lutar contra uma maior integração da UE.