Última hora

Última hora

Mão biónica consegue "sentir"

Em leitura:

Mão biónica consegue "sentir"

Tamanho do texto Aa Aa

A primeira prótese a proporcionar sensações ao utilizador foi descrita como “simplesmente incrível”.

O teste foi efetuado por um amputado dinamarquês, Dennis Aabo Sørensen, que há mais de um ano colabora neste projeto com cientistas da Suíça e Itália.

O objetivo é proporcionar sensações de toque para amputados com próteses mecânicas.

“A mão tem vários sensores ligados a cada tendão de cada dedo. Podemos usar estes tendões para conhecer a força empregue para agarrar ou segurar objetos. Esta informação serve para proporcionar um estímulo muito preciso aos vários nervos permitindo criar no sistema nervoso central uma sensação em tempo real”, afirma Silvestro Micera, professor na EPFL e na Escola Sant’Anna de Estudos Avançados.

Encorajados pelo sucesso deste protótipo, os cientistas já estão a trabalhar na miniaturização dos circuitos sensoriais.

“A primeira vez que ligaram e testaram a nova mão foi incrível. De repente comecei a sentir coisas que não sentia há muitos anos. Agora consigo sentir as formas e contornos dos objetos, posso sentir objetos duros e macios, tudo isso é incrível”, diz Dennis Aabo Sørensen, que
utilizou a mão biónica durante um mês, período máximo permitido legalmente.

Segundo os cientistas, o próximo passo será criar uma prótese de longa-duração.