Última hora

Última hora

Rússia vai financiar reatores nucleares na Húngria

Em leitura:

Rússia vai financiar reatores nucleares na Húngria

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento da Húngria aprovou esta quinta-feira a proposta de acordo entre Budapeste e Moscovo para a ampliação da central nuclear de Paks, a única existente no país.

A sessão foi bastante movimentada. Após o voto, os deputados ecologistas realizaram mais um protesto contra o projeto. Acusam o governo de não ter realizado um concurso público como deveria ser o caso para todos os projetos públicos.

O acordo entre a Rússia e a Húngria prevê a construção de dois novos reatores na central nuclear, o que vai permitir dobrar a capacidade de produção energética da central, que produz já 40% das necessidades do país.

Moscovo vai emprestar a Budapeste 10 mil milhões de euros. O primeiro reator deverá estar a funcionar em 2023.

Bruxelas admite abrir um inquérito se houver suspeitas de que as regras do mercado da União Europeia não foram respeitadas.