Última hora

Última hora

Turquia aprova lei que limita acesso à internet

Em leitura:

Turquia aprova lei que limita acesso à internet

Tamanho do texto Aa Aa

Contra todas as críticas e opiniões, o parlamento turco aprovou, na quarta-feira à noite, uma nova lei de controlo da internet, ainda mais restritiva do que a de 2007.

A oposição vê nesta medida mais uma prova da deriva autoritária do governo de Recep Tayyip Erdogan e pede ao presidente Abdullah Gul que vete o diploma.

O novo texto autoriza a autoridade responsável pelas telecomunicações a bloquear sem intervenção da justiça todos os sites que contenham informações que “atentem contra a vida privada” ou consideradas “discriminatórias ou insultantes”.

Os turcos não se conformam:

“As pessoas não vão poder fazer os comentários que querem. A liberdade individual vai ser limitada. Toda a gente tem o direito de patilhar na internet coisas que não pode dizer diretamente. Isso agora não será possível. A liberdade acabou”.

“É muito mau para a reputação da Turquia se virmos isto numa perspetiva internacional. A Turquia está a tornar-se num país opressor. As liberdades individuais estão a ser reduzidas”

A alteração legislativa surge numa altura em que o governo está fortemente fragilizado pelo escândalo de corrupção, na véspera de eleições locais e a seis meses de uma nova eleição presidencial.