Última hora

Última hora

Ucrânia: UE quer apoiar planos de reforma constitucional

Em leitura:

Ucrânia: UE quer apoiar planos de reforma constitucional

Tamanho do texto Aa Aa

Após se ter reunido com o presidente Viktor Ianukovich e com os líderes da oposição em Kiev, Catherine Ashton, chefe da diplomacia europeia, disse que Bruxelas está preparada para apoiar os planos da Ucrânia para reformar a Constituição e para ajudar a investigar os alegados abusos cometidos durante dois meses de protestos.

“Embora seja notória a diminuição da violência, existe ainda uma grande preocupação com a situação no terreno e com a garantia de que quem cometeu atos de violência seja levado à justiça através de processos limpos e transparentes”, disse Ashton.

Entretanto, a Rússia advertiu, esta quarta-feira, a Ucrânia sobre uma eventual mudança de rumo político no país e sugeriu que essa evolução impedirá o prosseguimento da ajuda financeira e dos benefícios prometidos a Kiev.

Segundo um porta-voz do Kremlin, Vladimir Putin está preparado para suspender uma ajuda de 11 mil milhões de euros e a redução de 30% no preço do gás caso Kiev desrespeite os compromissos firmados com Moscovo.

Vladimir Putin e Viktor Ianukovich vão discutir a crise em Kiev durante um encontro à margem da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de inverno.