Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

Habitantes de Sochi: JO de Inverno são “um grande acontecimento” para a Rússia
close share panel

Share this article

Twitter Facebook

Os dados estão lançados. A chama Olímpica já flutua no exterior do novíssimo estádio Fisht, em Sochi, na Rússia.

A cerimónia de abertura dos XXII Jogos Olímpicos de Inverno terminou em apoteose com fogo-de-artifício sobre as colinas de Sochi.

Foi o arranque oficial do mais importante evento realizado na Rússia desde o desmembramento da União Soviética, em 1991.

É também a mais cara edição dos jogos na história das Olimpíadas: 37 mil milhões de euros.

Moscovo não poupou nem esforços nem gastos para impressionar o mundo.

Estes Jogos terão uma participação recorde de 88 países. Sochi marca também a estreia de Portugal nos Jogos de Inverno. Dois atletas lusos participam na competição.

“Para os habitantes de Sochi, a inauguração dos Jogos de Inverno foi um acontecimento longamente esperado. Nem todos puderam assistir à cerimónia no estádio – os últimos bilhetes foram vendidos a 30 mil rublos – mas esta noite, muitos vieram aqui, ao centro de Sochi, para assistirem à transmissão em ecrã gigante”, explica o enviado da euronews a Sochi, Denis Loctier, que, no ambiente festivo da inauguração dos jogos, falou, no Live Site, com os russos, orgulhosos da imagem que o país está a transmitir ao mundo.

“Viemos em família. Isto é um grande acontecimento para toda a família, para a cidade e para todo o país. Isto só acontece uma vez e podemos vê-lo pelo menos desta forma”, explica um pai de família.

Um outro homem diz: “Esperámos por estes jogos durante sete anos e agora a espera acabou. Adoramos tudo o que está a acontecer aqui”.

Emocionada está, também, uma senhora idosa, que recorda temos passados: “Eu esquiei toda a minha vida. Era uma atleta! Fiquei em primeiro lugar na minha fábrica”.

Os espaços como este, os chamados Live Site, existem em oito cidades russas e em mais seis locais de Sochi. Uma forma de os russos acompanharem de perto, até ao dia 23, o que se passa na Aldeia Olímpica plantada à beira do Mar Negro.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre