Última hora

Última hora

"Não sei. O meu marido é que se ocupava disso": Infanta Cristina sacode acusações

Em leitura:

"Não sei. O meu marido é que se ocupava disso": Infanta Cristina sacode acusações

Tamanho do texto Aa Aa

A Infanta Cristina entrou e saiu sorridente do tribunal de Palma de Maiorca onde foi interrogada durante seis horas e meia na condição de arguida por fraude fiscal e branqueamento de capitais.

“Não sei. Não estou a par. O meu marido é que se ocupava disso”: Foi com respostas deste género que a filha do rei Juan Carlos se defendeu das acusações no chamado caso Nóos, na primeira vez que um membro da linhagem da família real espanhola respondeu em tribunal por indícios de corrupção.

Ao final de um interrogatório descrito como “exaustivo”, um dos seus advogados disse que a Infanta respondeu a todas as questões com a “sua própria verdade”.

À porta do tribunal foi “um circo”, segundo uma das 300 jornalistas presentes, a que se somavam 200 polícias, quase tantos como o grupo heterogéneo de manifestantes. Para além de funcionários das redondezas e defensores do meio ambiente, um grupo de republicanos concentrou-se em apoio a José Castro, o juiz que ousa enfrentar a Casa Real.