Última hora

Última hora

Sochi: "Ambiente festivo" no início dos Jogos Olímpicos

Em leitura:

Sochi: "Ambiente festivo" no início dos Jogos Olímpicos

Tamanho do texto Aa Aa

Os Jogos Olímpicos de inverno, em Sochi, no sul da Rússia, já começaram. As autoridades russas investiram forte para mostrar um país moderno, com capacidade para organizar eventos de grande envergadura e acolher milhares de turistas.

Foi investida uma soma recorde na história das olimpíadas – 36 mil milhões de euros.

O presidente russo, Vladimir Putin, tudo fez para que os jogos sejam um sucesso,apesar da polémica sobre os direitos dos homossexuais ou as queixas sobre a qualidade da construção na Aldeia Olímpica.

Os dados estão agora lançados.
O nosso correspondente, Denis Loctier, fala-nos do ambiente em Sochi.

Andrei Belkevich:
Todos seguimos os preparativos destes Jogos Olímpicos. Foram ultrapassados todos os recordes de gastos. Qual é a impressão geral deste esforço? Sente-se uma atmosfera festiva em Sochi? O que se pode ver nestes jogos que já não se tenha visto antes?

Denis Loctier:
A atmosfera festiva está por todo o lado nesta grande cidade. Sochi estende-se ao longo da costa do Mar Negro. É um conjunto de aglomerados urbanos e os complexos desportivos agrupam-se no Parque Olímpico e nas montanhas. Esta é uma particularidade destes jogos – decorrem num território compacto, que se torna mais fácil controlar e proteger . Outra diferença em relação a outros jogos é que as patrulhas das ruas não são feitas só por policias, mas também pelos cossacos, uma força caraterística do sul da Rússia, que está a ajudar a garantir a segurança dos jogos.

Andrei Belkevich:
A segurança foi uma das questões de mais se falou por causa dos recentes ataques terroristas no sul da Rússia. Sente algum tipo de ameaça aí em Sochi? Parece-lhe uma cidade que está sob un regime especial de controlo, que, de alguma forma, dificulta a vida aos residentes, aos visitantes e aos jornalistas?

Denis Loctier:
Francamente, penso que as medidas de segurança podiam ser mais intensas ou mais visíveis. Nos últimos dias não vimos aqui em Sochi nenhumas medidas de segurança especiais. De facto houve patrulhas a controlarem o percurso da tocha olímpicas, as infraestruras de transportes também estão a ser controladas por causa dos atques terroristas que aconteceram nos transportes, mas, para além disso, não se vêm medidas de segurança excecionais. É possivel que o que se veja nas ruas seja só a ponta do iceberg. As autoridades russas certamente não querem que os convidados dos Jogos Olímpicos se sintam como numa operação de contra-terrorismo, porque isso iria estragar o prazer da visita.

Andrei Belkevich:
Para terminar, falemos do tempo. Os jogos de inverno realizam-se pela primeira vez nos sub-trópicos. Havia receios de que não houvesse neve suficiente neste Inverno. Qual é a realidade?

Denis Loctier:
Obviamente que este não é o inverno russo mais famoso, nem mesmo aqui em Sochi. É preciso saber que Sochi é mais conhecida como estância balnear e a cidade é mais reputada pelos banhos e pelo bronzeado do Mar Negro. No entanto, até agora os Jogos estão a decorrer sem problemas particulares. Nas montanhas onde estão as pistas de esqui, onde decorrem as competições e onde é precisa a neve está muito frio e a qualidade das pistas, de acordo com os atletas, é maravilhosa.

Aqui ao pé do mar, as temperaturas durante o dia oscilam entre os 10 e os 12 graus celsius e às vezes até está calor. Temos até zonas cobertas com climatização para algumas provas. Nesse sentido, o clima solarengo não está a prejudicar, antes pelo contrário, ajuda a tornar estes jogos únicos.