Última hora

Última hora

Shia LaBeouf: Os plágios de um "enfant terrible"

Em leitura:

Shia LaBeouf: Os plágios de um "enfant terrible"

Tamanho do texto Aa Aa

O ator Shia LaBeouf apresentou-se no 64º Festival de Cinema Berlinale, na Alemanha, de saco de papel na cabeça com a frase “Já não sou famoso”.

Um comportamento surpreendente que tinha sido precedido por um outro não menos curioso. Durante a conferência de imprensa de apresentação da nova película de Lars Von trier, “Nymphomaniac”, e questionado sobre as cenas de sexo explícito o ator respondeu:

“Quando as gaivotas seguem a traineira, é porque pensam que as sardinhas serão lançadas ao mar”.

Uma frase celebrizada pelo jogador de futebol Éric Cantona, à saída de uma conferência de imprensa, em 1995. Na altura esperava-se uma explicação sobre o acesso de fúria que o levou a bater num adepto de uma equipa rival.

Quanto a Shia LaBeouf, não é a primeira vez que se envolve em polémica. O ator fez as manchetes dos tabloides britânicos com os seus, alegados, problemas de temperamento e acusações de se ter envolvido numa briga num pub londrino, no mês passado.

Nas redes sociais, LaBeouf, afirmou ter intenção de se reformar da vida pública, um anúncio que surge depois de um escândalo de plágio em que admitiu ter copiado uma história para uma curta-metragem.