Última hora

Última hora

Síria: ONU saúda prolongamento da trégua humanitária

Em leitura:

Síria: ONU saúda prolongamento da trégua humanitária

Tamanho do texto Aa Aa

Valerie Amos, responsável pelas operações humanitárias da ONU, confirmou que a trégua para a retirada de civis da cidade sitiada de Homs, na Síria, foi prolongada por mais três dias, até quarta-feira.

O Crescente Vermelho sírio anunciou que um novo grupo de 300 civis foi esta segunda-feira retirado da cidade.

Contudo, um ataque aéreo à cidade de Mleah, que provocou baixas entre os civis, veio alterar o cenário da segunda ronda de negociações entre a oposição e o governo sírio, que começou em Genebra sobre a égide das Nações Unidas.

“É inaceitável que o regime envia a sua delegação às conversações para a paz e ao mesmo tempo continue a matar o nosso povo. Isto tem de parar. Pedimos à comunidade internacional que faça alguma coisa”, disse Louay Safi, porta-voz da Coligação Nacional Síria.

No centro do país, extremistas islâmicos ocuparam a aldeia de Maan, cujos habitantes pertencem à minoria alauíta e mataram pelo menos 40 pessoas.

A reação da representação do regime nas negociações de paz não se fez esperar:

“Se não discutirmos a maneira de acabar com estes massacres, garanto-vos que o povo sírio perderá a confiança no processo em curso”, afirmou Faisal Mekdad, vice-ministro dos Negócios Estrangeiros.

Entretanto, imagens publicadas na internet mostram efeitos de um alegado bombardeamento em Alepo e Darayya, esta segunda-feira.

O conflito na Síria prolonga-se desde março de 2011 e já terá causado cerca de 136 mil mortos.