Última hora

Última hora

Ucrânia: Justiça rejeita pedido de Timoshenko

Em leitura:

Ucrânia: Justiça rejeita pedido de Timoshenko

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça ucraniana rejeitou o pedido de Yulia Timoshenko para que fossem suavizadas as condições da sua detenção em Kharkiv, onde cumpre uma pena de sete anos de prisão.

O pedido previa chamadas telefónicas ilimitadas, mais visitas, e permissões para sair durante o dia.

Timoshenko, já cumpriu um terço da pena de sete anos de prisão por abuso de poder.

A ex-primeira-ministra está detida desde agosto de 2011, sofre de hérnias discais e foi hospitalizada em 2012.

A condenação de Yulia Timoshenko provocou uma grave crise na relação da União Europeia com o governo de Viktor Yanukovytch.

Pró-ocidental, Timoshenko é um ídolo da Revolução Laranja de 2004 e foi adversária do atual presidente, Viktor Yanukovytch, nas eleições presidenciais de 2010.