Última hora

Última hora

Itália à espera de um novo governo

Em leitura:

Itália à espera de um novo governo

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe de Estado italiano, Giorgio Napolitano, concluiu a ronda de consultas para resolver a crise política desencadeada pela queda do governo de Enrico Letta.

Esperava-se uma decisão sobre a nomeação provável de Mateo Renzi para primeiro-ministro, mas o silêncio do presidente da República leva a querer que não é tão fácil ou tão rápido, como foi inicialmente se pensava.

Como requer o procedimento, o chefe de estado de 88 anos abriu a ronda consultativa logo após a renúncia de Enrico Letta, derrubado pelo seu companheiro de partido e agora líder do PD, Mateo Renzi.

“Senti o dever de fazer estas consultas, o mais rápido possível, só para que haja espaço suficiente e serenidade para o trabalho que vai acompanhar o trabalho de quem tem a tarefa de formar o governo, e porque precisamos de todo o tempo necessário para a realização e aprofundamento dos acordos. “

A formação do novo executivo só deverá acontecer na próxima semana e o futuro primeiro-ministro terá de lidar com a atual formação do Parlamento, onde não existe uma maioria clara.

Angelino Alfano, chefe do Partido da Nova Centro-Direita, fez saber que está pronto para trabalhar com o futuro executivo mas que o acordo pode demorar alguns dias para ser concretizado.

Uma vez formado o governo, chefe do executivo deverá aparecer perante o Parlamento para um voto de confiança.