Última hora

Última hora

Venezuela: Protestos e violência continuam

Em leitura:

Venezuela: Protestos e violência continuam

Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos e as manifestações contra e a favor do governo vão continuar, este sábado, na Venezuela.

O presidente Nicolas Maduro convocou, para hoje, uma manifestação “pela paz contra o fascismo”, depois das manifestações de quarta e sexta-feira, terem terminado em violência e provocado três mortos e mais de 60 feridos em Caracas e outras cidades do país.

Os opositores acusam o regime de Maduro de corrupção e exigem o direito de se poderem manifestar.

“Queremos que nos deixem manifestar, pacificamente, aqui em Altamira, mas não nos deixam. Atacam-nos sem parar”, assegura este manifestante.

Nicolas Maduro repudiou os confrontos com as forças de segurança e avisou que não vai permitir que os manifestantes continuem a barricar as autoestradas.

A divisão entre os venezuelanos observa-se, mesmo fora do país. Na sexta-feira, em Buenos Aires, na Argentina, centenas de pessoas manifestaram-se em frente à embaixada da Venezuela em apoio ao presidente. A poucos metros, centenas de manifestantes protestavam contra o regime de Nicolas Maduro.