Última hora

Última hora

Eventual novo resgate para a Grécia será debatido em agosto

Em leitura:

Eventual novo resgate para a Grécia será debatido em agosto

Tamanho do texto Aa Aa

As necessidades de tesouraria da Grécia estão asseguradas por agora e Atenas deverá receber nova tranche de ajuda em Maio, pelo que a discussão sobre um possível novo resgate só será feita no segundo semestre.

À chegada para a reunião do Eurogrupo, em Bruxelas, o presidente Jeroen Dijsselbloem disse que “o financiamento será feito dentro das condições do programa atual. Desde que os gregos cumpram os critérios, terão financiamento até agosto e será então nessa altura que falaremos sobre o futuro”.

Os ministros das Finanças discutiram também o mecanismo único para lidar com bancos à beira da falência, que está a ser negociado entre os governos e o Parlamento Europeu.

Os eurodeputados querem um modelo mais simples e comunitário, mas o ministro alemão, Wolfgang Schaeuble, afirmou que “apesar de haver espaço para um compromisso sobre detalhes, a estrutura de base do mecanismo não pode ser renegociada. O acordo a que os governos chegaram terá de ser mantido no essencial”.

Os bancos vão quotizar-se para este fundo de 55 mil milhões de euros, que só estará operacional dentro de uma década, pelo que até lá são os governos que pagam.

Os eurodeputados querem a verba disponível já dentro de cinco anos.

Convidado para uma conferência, o secretário-geral da OCED disse que este impasse é “como os trabalhos na Igreja de Notre Dame, em Paris, que esteve coberta muito tempo, algo que nos deixava desapontados. Mas estavam a trabalhar no interior e quando a destaparam, alguns anos depois, viu-se que estava fantástica. Criou-se uma nova instituição e para isso é preciso dar tempo ao tempo. É demasiado importante para ser apressado”.

Nova ronda de negociações entre as partes está marcada para esta quarta-feira.