Última hora

Última hora

Sochi: Domracheva arrasa concorrência no biatlo feminino

Em leitura:

Sochi: Domracheva arrasa concorrência no biatlo feminino

Tamanho do texto Aa Aa

No biatlon, no setor feminino, Daria Domracheva tornou-se numa das estrelas mais brilhantes dos jogos de Sochi ao arrecadar a terceira medalha de ouro. Ta como aconteceu na prova individual, Domracheva mostrou toda a superioridade. Chegou à liderança na segunda volta e manteve-a até ao final.
Falhou apenas um alvo e bateu por 20 segundos a segunda classificada, a checa Gabriela Soukalova, que também falhou um alvo.

O bronze foi conquistado pela norueguesa Tiril Eckhoff após uma extraordinária última volta. Outra norueguesa, a veterana Tora Berger caiu logo no início da prova e acabou em 15ª.

Saltos de esqui: Alemanha vence por pouco

Na prova de saltos de esqui, a equipa alemã conquistou o título olímpico. Liderados por Wellinger e Freund, disputaram até ao ultimo momento o ouro com os austríacos que ficaram a apenas 2,7 pontos.

Thomas Morgenstern, que no início deste ano sofreu uma queda e ficou lesionado na cabeça, ajudou os austríacos a chegar à prata. O bronze foi ganho pelo Japão do veterano Noriaki Kasai, que venceu a primeira medalha olímpica em 1994. Os polacos de Kamil Stoch falharam o pódio.

Rússia vence primeiro ouro no Bobsleigh

No Bobsleigh, a dupla russa Alexander Zubkov e Alexei Voevoda, que se tinha separado após os jogos de Vancouver, voltou a reunir-se para competir em casa e ganhar a primeira medalha de ouro olímpica para o país nesta modalidade. A equipa russa assumiu a liderança logo na primeira tentativa. Os suíços Alex Baumann e Beata Hefti ficaram a 66 centésimos de segundo e com a prata.

A medalha de bronze foi ganha pelos Estados Unidos. A segunda equipa russa ficou apenas a 3 centésimos do pódio. Os alemães, vencedores do ouro e prata em Vancouver não foram além do oitavo e 11º lugar.

Patinagem artística: Meryl Davis e Charlie White confirma favoritismo

Os norte-americanos Meryl Davis e Charlie White tiraram aos canadianos Tessa Virtue e Scott Moir o título de campeões olímpicos na patinagem artística no gelo . Davis e White foram para Sochi com o estatuto de líderes indiscutíveis da temporada e confirmaram o favoritismo, batendo os adversários por quase cinco pontos. Esta é a primeira medalha olímpica na modalidade para os Estados Unidos.

Os campeões olímpicos de Vancouver, Virtue e Moir, desta vez arrecadaram a prata. O bronze foi entregue a uma dupla da casa: Elena Il’inykh e Nikita Katsalapov, a primeira medalha olímpica individual para os russos.

Svindal: estrela sem brilho em Sochi

Aksel Lund Svindal chegou a Sochi com o estatuto de uma das principais estrelas destes Jogos. Dez dias depois, abandonou a capital dos Jogos Olímpicos de Inverno de cabeça baixa, sem conseguir vencer uma única medalha nas melhores disciplinas de esqui.

Svindal era um dos grandes trunfos da Noruega na conquista de medalhas nos jogos da Rússia. Chegou a Sochi com um curriculo invejavel: três medalhas em Vancouver, ouro, prata e bronze.
Duas vezes vencedor da Taça do Mundo de Esqui Alpino e cinco vezes campeão mundial.
Melhor era difícil….mas pior prestação neste jogos também era difícil:
4º em Downhill, 7º em Super Gigante e 8º em Super Combinado.

O norueguês anunciou esta segunda feira que abandona o torneio olímpico, mesmo faltando a prova de Slalom Gigante na quarta-feira. Svindal explicou que está com problemas alérgicos que estão a afetar o rendimento.

Para salvar a época resta-lhe a Taça do Mundo onde ocupa a segunda posição atrás do austriaco Marcel Hirscher.