Última hora

Última hora

"The Corner": Principais campeonatos sem mudanças nas lideranças

Em leitura:

"The Corner": Principais campeonatos sem mudanças nas lideranças

Tamanho do texto Aa Aa

Primeira paragem: Alemanha.
A surpresa da jornada da Bundesliga aconteceu não com o Bayern Munique ou com o Borussia Dortmund mas com o Bayer Leverkusen.
O mais próximo perseguidor do líder foi derrotado em casa pelo Schalke 04 e perdeu 3 pontos na corrida pelo campeonato.

O Schalke foi mesmo a primeira equipa marcar, logo aos 28 minutos, com um golo de Goretzka. O resultado manteve-se inalterado até aos 66 minutos, quando o Leverkusen chegou ao empate através de auto-golo do brasileiro Felipe Santana. O Bayer não conseguiu aproveitar a embalagem para dar a volta ao marcador e aos 74 minutos permitiu mesmo que Huntelaar garantisse a vitória para o Schalke 04.

Com este resultado, a equipa de Gelsenkirchen está agora no quarto lugar, a apenas três pontos do segundo classificado, o Leverkusen.
O Bayern Munique segue isolado na liderança com 59 pontos.

La Liga: Real ganha sem Cristiano Ronaldo

A luta pela liderança da “La Liga” continua renhida.
Messi marcou duas vezes na vitória do Barça por 6-0 frente ao Rayo Vallecano, no Camp Nou. O argentino ultrapassou a lenda do Real Madrid Alfredo Di Stéfano na lista dos melhores marcadores da liga espanhola.

Real Madrid, sem Cristiano Ronaldo que está suspenso, continua a a ter bons resultados. Venceu por 3-0 Getafe no domingo com golos de Jese, Benzema e Modric que está em grande forma e tem marcado golos que ajudam os merengues a manter-se na corrida pelo título.

Depois deste fim-de-semana, ninguém se destacou no topo da classificação. Barcelona, ​​Real Madrid e Atletico Madrid, que derrotou o Valladolid no sábado, têm 60 pontos.

Eredivisie: Ajax recupera vantagem

Na 24ª jornada da Eredivisie destaque para Lasse Schone. O dinamarquês do Ajax marcou um “had trick”, dois dos golos de penaltie na primeira parte e garantiu a vitória dos líderes por 3-0 frente ao SC Heerenveen no domingo.

Lasse Schone, de 27 anos, foi então a figura da partida que pôs frente a frente duas grandes antigas glórias do Ajax: Frank de Boer, que treina a equipa de Amesterdão e Marco Van Basten, que já treinou o Ajax e agora treina o Heerenveen.

As duas estrelas da seleção holandesa viram o dinamarques fazer três golos: dois deles na marcação de grandes penalidades.

Com esta vitória o Ajax recuperou a vantagem de quatro pontos sobre o Twente. O Feyenoord está em terceiro lugar,

Taça de Inglaterra: Man City vinga-se e afasta Chelsea

Nos oitavos-de-final da Taça de Inglaterra, o confronto entre o Manchester City e o Chelsea era o prato forte. Mas o Man City desde cedo mostrou que queria vingar a derrota que tinha sofrido frente aos Blues para a Premier League. Aos 16 minutos, Stevan Jovetic finalizou da melhor forma uma jogada coletiva.

A equipa de Mourinho nunca foi capaz de assustar os homens da casa e aos 67’, o francês Samir Nasri marcou o segundo. Um golo que com uma desmarcação em fora de jogo não assinalada pelo árbitro.

Depois da partida, o treinador português reconhecou o mau jogo da equipa e sublinhou o erro de arbitragem no segundo golo. Além disso, Mourinho não disse nada sobre Pelegrini, com quem teve uma troca de palavras nas últimas semanas.

O Arsenal foi outra das equipas a chegar aos quartos da Taça. Os londrinos, que na semana passada tinham perdido por 5-1 em Anfield, agora derrotaram o Liverpool por 2-1, com golos de Oxlade-Chamberlain and Lukas Podolski. Arsenal vai encontrar o Everton na próxima fase.