Última hora

Em leitura:

A queda de Pompeia em 3D


cinema

A queda de Pompeia em 3D

Em parceria com

O realizador britânico Paul W.S. Anderson, conhecido pelos filmes de ficção científica, lançou-se numa missão ousada com “Pompeia” em formato 3D.

O filme desenrola-se no ano 79 DC. Um escravo treinado como gladiador lança-se numa corrida contra o tempo para salvar a amada de um casamento forçado com senador romano corrupto.

“Não sabia nada sobre as múmias que ainda se encontram em Pompeia, achei incrível. Podemos ver as pessoas no momento em que se tornaram múmias na lava, algumas pessoas a gemer outras a abraçarem-se. É incrível que isso ainda exista, a memória física dessa tragédia incrível. O facto de podermos ir lá e observar tudo isso é fantástico”, disse a atriz Emily Browning.

Os efeitos especiais descrevem o Monte Vesúvio em erupção e a queda de Pompeia.

Para que o filme fosse o mais realista possível, o realizador imaginou e construíu uma cidade em Toronto, no Canadá.

“Surpreendeu-me o facto de a civilização estar tão avançada em 79 depois de cristo. Não é muito diferente de hoje. Eles tinham canalizações e esgotos. Fiquei maravilhado com as festas em Pompeia. Era uma verdadeira Las Vegas”, disse o ator Akinnuoye-Agbaje.

“Pompeia”, de Paul W.S. Anderson, estreia em Portugal a 27 de Fevereiro.

Artigo seguinte

cinema

O palmarés da Berlinale