Última hora

Última hora

Tailândia: Assalto a posições da oposição faz pelo menos 4 mortos em Banguecoque

Em leitura:

Tailândia: Assalto a posições da oposição faz pelo menos 4 mortos em Banguecoque

Tamanho do texto Aa Aa

O assalto da polícia tailandesa a posições ocupadas pela oposição no centro de Banguecoque terminou com pelo menos quatro mortos e dezenas de feridos no dia em que ficou a saber-se que a chefe do governo vai ser acusada de “negligência” pela Comissão Anticorrupção.

Na capital, a polícia lançou a primeira operação de peso para tentar desalojar vários acampamentos ocupados, desde meados de dezembro, por opositores ao regime dos Shinawatra.

Yingluck, a primeira-ministra, ficou esta terça-feira a saber que a Comissão Anticorrupção a vai acusar de “negligência” num programa de subsídios à produção de arroz, porque ignorou “numerosos alertas sobre a corrupção neste programa, o que demonstra a sua intenção de provocar perdas ao governo”, informou um membro da comissão. O caso pode levar à perda de mandato.

A oposição, maioritariamente formada pela classe média e as elites urbanas, exige a criação de um conselho não eleito para reformar um sistema político em que o apoio da população rural e pobre do Norte permite aos Shinawatra governar a Tailândia.