Última hora

Última hora

Ucrânia: Líderes da oposição barram acesso à tribuna parlamentar

Em leitura:

Ucrânia: Líderes da oposição barram acesso à tribuna parlamentar

Tamanho do texto Aa Aa

No Parlamento ucraniano os líderes da oposição barraram o acesso à tribuna e exigiram que fossem debatidas as emendas constitucionais que visam diminuir o poder do Chefe de Estado.

Os três grupos parlamentares da oposição – Batkivshina, UDAR e Svoboda – exigem a recuperação da Constituição de 2004, para regressar ao regime parlamentar, mas a maioria recusou sequer incluir o tema na agenda da sessão plenária.

“Não discutimos a candidatura de um primeiro-ministro, porque isso é um privilégio do Presidente. Sabemos que o Presidente vai realizar consultas sobre essa matéria. Espera-se que isso seja discutido amanhã ou quinta-feira”, disse Volodymyr Oliynyk, deputado do Partido das Regiões.

A oposição reclama a formação de um governo independente para acabar com a agitação social e salvar a economia.

“Dirijo-me ao Presidente da Ucrânia.
A responsabilidade e autoridade estão nas mãos dele e só ele pode gerir a situação. Como político responsável, digo-lhe que deve convocar eleições legislativas e eleições presidenciais antecipadas. Isso irá refrear os ânimos da sociedade”, afirmou Vitaly Klitschko, líder do partido UDAR.

O cargo de primeiro-ministro está vago desde que Viktor Ianoukovitch demitiu Mikola Azarov no fim de janeiro.