Última hora

Última hora

Ucrânia: Manifestantes chegam de todo o país

Em leitura:

Ucrânia: Manifestantes chegam de todo o país

Tamanho do texto Aa Aa

Em Maydan, a praça central de Kiev, e epicentro da contestação popular ao governo ucraniano, os manifestantes parecem estar cada vez mais determinados e mobilizados do que nunca. Vêm de toda a Ucrânia, como explica Maria Korenyuk, correspondente da euronews em Kiev.

“Em Maydan, a praça mais importante da Ucrânia, o número de manifestantes aumentou consideravelmente desde a última noite.

Isto pode explicar-se pelo facto de a maioria das pessoa estar a chegar de diferentes regiões da Ucrânia, apesar das dificuldades do trajeto até Kiev.

Os manifestantes informam-nos que à entrada da capital, os autocarros são mandados parar pelas forças da ordem e, por isso, a maioria tem de terminar o trajeto a pé.

Além disso, estas pessoas não chegam de mãos a abanar. Trazem pneus, para manter o fogo de Maydan acesso.

As que não participam diretamente nos confrontos com a polícia vêm para ajudar como podem.

Há mulheres, há deficientes…. Por exemplo, um homem em cadeira de rodas veio ajudar a partir os paralelepípedos da calçada para que os manifestantes tenham pedras para se defenderem da polícia.

Em geral, as pessoas aqui dizem que são atacadas, agredidas violentamente, depois levantam-se e voltam para a frente de combate para se baterem de novo.

Hoje, para estas pessoas, há uma única condição para abandonarem a praça: a demissão do presidente Viktor Ianukovich.”