Última hora

Última hora

Ucrânia: Manifestantes refugiam-se na catedral de S. Miguel

Em leitura:

Ucrânia: Manifestantes refugiam-se na catedral de S. Miguel

Tamanho do texto Aa Aa

Em Kiev, a catedral de S. Miguel está a ser utilizada como abrigo e hospital de campanha para os manifestantes que protestam contra o regime de Viktor Ianukovitch.

Durante os violentos confrontos registados ao longo da noite, médicos e enfermeiros voluntários cuidavam dos feridos.

“Há muitos feridos com estilhaços de granada, queimaduras, e atingidos por balas. Providenciamos os primeiros socorros e depois hospitalizamos os que necessitarem”, disse um médico.

“Eu ajudo com o material médico. Ligaduras e medicamentos. Já saímos três vezes para recolher e trazer material”, afirmou uma voluntária.

A igreja ortodoxa ucraniana do patriarcado de Kiev apela à paz. Em 30 de novembro também acolheu feridos durante os protestos dos estudantes contra o regime.

“Todas as igrejas servem o povo de Deus.
É uma santa obrigação ajudar as pessoas em apuros que estão a ser perseguidas. Especialmente, quando estão a ser perseguidas por defenderem a verdade”, sublinhou um padre.

Padres da Catedral de S. Miguel persuadiram 120 elementos da polícia de choque que patrulhavam o acesso da catedral à Praça da Independência a abandonar o local, tornando o acesso ao refúgio mais seguro.