Última hora

Última hora

Egito: processo de jornalistas da Al-Jazera adiado para maio

Em leitura:

Egito: processo de jornalistas da Al-Jazera adiado para maio

Tamanho do texto Aa Aa

Teve início, esta quinta-feira, no Egito, o julgamento de três jornalistas da televisão qatarina Al-Jazera, acusados de pertencerem a uma “organização terrorista”.

Os três homens – Peter Greste, australiano, Mohamed Fahmy, egipcio-canadiano, e também Baher Mohamed – foram detidos, no Cairo, a 26 de dezembro último.

Seis outros jornalistas da mesma televisão estão a ser julgados à revelia.

O poder egípcio afirma que os jornalistas não tinham autorizações de trabalho e que o seu comportamento justificara a detenção. Os três acusados presentes em tribunal refutam as acusações.

O processo, entretanto adiado para 5 de maio, já foi denunciado por várias organizações de defesa de direitos do Homem.