Última hora

Última hora

Famílias coreanas reencontram-se após 60 anos

Em leitura:

Famílias coreanas reencontram-se após 60 anos

Tamanho do texto Aa Aa

A idade avançada não impediu um grupo de 82 sul coreanos de cruzar uma das fronteiras mais fortificadas do mundo, para reencontrar os familiares que não viam há mais de 60 anos.

Cinquenta e sete mil dos 125 mil coreanos que se inscreveram para participar nas reuniões, desde 1988, morreram sem voltar a ver a família separada pela Guerra da Coreia.

Lee Chang-joo conheceu o sobrinho: “Queria tanto vê-lo! Eu não conheci a minha própria mãe e a mãe dele foi como uma mãe para mim”.

As reuniões na Coreia do Norte entre familiares separados pela Guerra da Coreia tinham sido interrompidas em 2010, depois de Pyongyang ter bombardeado uma ilha coreana situada na fronteira marítima.