Última hora

Última hora

Lago Úrmia em vias de extinção

Em leitura:

Lago Úrmia em vias de extinção

Tamanho do texto Aa Aa

O Lago Úrmia no noroeste do Irão é um dos maiores lagos salgados do planeta mas nos últimos anos perdeu 80 por cento da superfície: tem hoje cerca de mil metros quadrados
e corre o risco de desaparecer.

As autoridades iranianas dizem que a culpa é das mudanças climáticas mas grupos ecologistas locais apontam o dedo à política de construção de barragens.

“No passado, quando o lago estava vivo, havia uma vista fantástica e muitos turistas. Havia vida selvagem e as aves migratórias passavam por aqui. A vista era fabulosa”, contou Yahya Bolouri, um habitante.

Na região do Lago Úrmia vivem cerca de três milhões de pessoas.

Os riscos de seca afetam não apenas o noroeste do Irão mas também os territórios vizinhos da Turquia e do Azerbaijão.

Os protestos da população têm sido reprimidos pelas forças da ordem.

As autoridades iranianas recusam-se a escoar a água das barragens, com sugerem grupos ecologistas e da sociedade civil.

O governo iraniano é acusado de proteger os interesses económicos de certas empresas, nomeadeamente os negócios controlados pela Guarda Revolucionária Iraniana.