Última hora

Última hora

Ucrânia: UE aprova sanções com caráter de urgência

Em leitura:

Ucrânia: UE aprova sanções com caráter de urgência

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia (UE) aprovou, esta quinta-feira, um pacote de sanções contra os responsáveis ​​pela violência na Ucrânia.

Na reunião extraordinária dos chefes da diplomacia, em Bruxelas, não estiveram três ministros dos Negócios Estrangeiros que se deslocaram a Kiev (Alemanha, França e Polónia).

Contudo, a governante italiana, Emma Bonino, disse que “a decisão foi tomada como seu acordo é vai ser posta em prática nas próximas horas”.

“As medidas passam pela não emissão de vistos e pelo congelamento de ativos financeiros de todos os responsáveis ​​pela violência”, acrescentou a ministra.

A chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, confirmou ainda um embargo de material que possa ser usado na repressão interna.

Como os EUA também aprovaram sanções, esta quarta-feira, os dois blocos vão coordenar as medidas, disse o ministro britânico.

“A lista de sanções não será necessariamente idêntica à dos EUA, porque tomamos as nossas próprias decisões. Mas suspeito que haverá alguma sobreposição. As decisões a esse respeito serão tomadas rapidamente”, explicou William Hague.

O correspondente da euronews em Bruxelas, James Freney, refere que “os ministros da Polónia, França e Alemanha tentam obter em Kiev um acordo que passa por um governo de transição, uma reforma constitucional e eleições antecipadas. A questão é saber se o presidente Ianukovich aceitará esses termos, tendo em conta a determinação até agora em permanecer no poder”.