Última hora

Última hora

Greve dos trabalhadores de segurança do aeroporto de Frankfurt

Em leitura:

Greve dos trabalhadores de segurança do aeroporto de Frankfurt

Tamanho do texto Aa Aa

O tráfego aéreo em Frankfurt, o terceiro maior aeroporto europeu, sofreu perturbações na manhã de sexta-feira, com a anulação de mais de quarenta voos, em consequência da greve do pessoal de segurança.

Segundo o sindicato alemão Verdi, os tabalhadores de segurança, que controlam as bagagens e os viajantes, antes da entrada nos aviões, recebem atualmente entre 10 e 13 euros por hora.

Raimund Istepski, trabalhador das equipas de segurança, explicou o que está em jogo nesta greve: “O nosso empregador avançou uma proposta que deixou de ser aceitável. Este é um aeroporto internacional e nós vivemos aqui, numa região onde as rendas são extremamente caras, onde os salários estão muito abaixo dos valores praticados no aluguer.”

Surpreendidos pela anulação dos voos, os passageiros protestam. “Temos um atraso de doze horas com a Lufthansa, o nosso voo foi cancelado. Era a nossa viagem de regresso e agora estamos aqui. Isto é inacreditável, inacreditável”, disse uma mulher, sem saber quando poderá continuar a sua viagem, depois de várias horas de espera e incerteza.

Um comunicado da Fraport, a empresa operadora no aeroporto de Frankfurt, admitiu que outros voos possam vir a ser cancelados durante o dia.