Última hora

Última hora

Os sonhos de Timochenko tornados realidade

Em leitura:

Os sonhos de Timochenko tornados realidade

Tamanho do texto Aa Aa

Iulia Timochenko foi recebida na Praça da Independência, em Kiev, como uma heroína.

Visivelmente emocionada, depois de ter saído da prisão, a antiga chefe de governo ucraniana disse que o povo não vai voltar a ser traído.

Depois de ter homenageado os manifestantes mortos durante os confrontos com a polícia, Timochenko falou aos heróis da revolução.

“Sonhei poder olhar-vos nos olhos, sonhei que a vossa coragem pudesse mudar tudo. Sonhei poder abraçar cada um de vós durante este período difícil. Vocês são os meus heróis e o melhor da Ucrânia” afirma.

Depois de pedir perdão pelo comportamento da classe política, a antiga primeira-ministra e líder da oposição lembrou que é tempo de acertar contas:

“temos, ainda, de dar importantes passos. Desde logo, temos de trazer Viktor Ianukovich, e todo os que se encontram à sua volta, a esta praça.”

Este sábado, a maioria dos deputados adotou uma moção a favor da libertação da antiga chefe de governo ucraniana que deixou Kharkov, no nordeste da Ucrânia, onde estava presa.

Detida em 2011, a ex-primeira-ministra ucraniana cumpria uma pena de sete anos de prisão por abuso de poder.