Última hora

Última hora

Venezuela prepara-se para mais um dia de manifestações

Em leitura:

Venezuela prepara-se para mais um dia de manifestações

Tamanho do texto Aa Aa

Caracas vai ser, este sábado, mais uma vez, palco de uma dupla manifestação. Tanto a oposição como o governo apelam aos respetivos apoiantes para que saiam à rua.

A população queixa-se do crime, da inflação, das filas para comprar bem essenciais, cada vez mais escassos, e da alegada repressão dos opositores ao regime de Nicolás Maduro, há 10 meses no poder.

Atualmente na prisão, Leopoldo Lopez, o líder da oposição, escreveu uma missiva na qual apela à contestação pacífica ao regime.

Os protestos contra o presidente começaram, no início de fevereiro, por parte dos estudantes e estenderam-se à população em geral.

Infiltradas por grupos armados não identificados, as manifestações degeneraram em violentos confrontos com a polícia.

Ao todo, oficialmente, oito pessoas já perderam a vida e contam-se igualmente dezenas de feridos e de detidos.

Em San Cristobal, epicentro dos protestos, o exército e a guarda nacional patrulham agora uma cidade transformada em zona de guerra onde a maioria das lojas está encerrada.