Última hora

Última hora

Ucrânia: Kiev mantém as barricadas

Em leitura:

Ucrânia: Kiev mantém as barricadas

Tamanho do texto Aa Aa

No dia seguinte à grande reviravolta na crise política ucraniana,
Kiev mantém as barricadas, na praça da independência, mas a cidade está calma. A segurança continua nas mãos de melícias, os chamados grupos de autodefesa que patrulham as ruas, uma vez que as forças da polícia não são visíveis em qualquer parte da capital.

“Na minha opinião não devemos destruir as barricadas antes de substituir todas as autoridades, não devemos derrubar as barricadas em qualquer circunstância, a besta está ferida, mas não sabemos o que esta besta ferida vai fazer.”

Zoriana, residente em Lviv: “Só hoje vim aqui e pode sentir como isto é assustador e muito triste que o poder que nós aplaudimos, porque o meu votou permitiu este derramamento de sangue.”

A destituição, pelo parlamento do presidente Yanukovych que recusa abandonar o poder, não permite pensar ao fim definitivo da crise política, embora, na prática a administração presidencial e a cidade estejam nas mãos da oposição.