Última hora

Última hora

Egito: Governo interino demite-se

Em leitura:

Egito: Governo interino demite-se

Tamanho do texto Aa Aa

No Egito, a algumas semanas das eleições presidenciais, o governo interino apresentou esta segunda-feira a demissão. O presidente Adly Mansour pediu que o primeiro-ministro demissionário, Hazem el-Beblawi, se mantivesse em funções até à designação de um substituto.

O marechal Abdel Fattah al-Sissi, que ocupa os cargos de ministro da Defesa e vice-primeiro-ministro não esconde a intenção de ser candidato à presidência. Para tal deve demitir-se do governo e reformar-se do exército.

“Tem-se observado o crescente descontentamento com o desempenho do Governo, que é descrito como fraco… A demissão não é surpresa. Era esperada a mudança de um grande número de ministros, que deve ser feita oficialmente”, disse a analista política Gehan Lotfi.

As manifestações estudantis verificadas no Cairo em dezembro mostram parte da insatisfação, reforçada pelas recentes greves em vários setores.

“A demissão do governo chega numa altura delicada para o povo egípcio, complicando ainda mais o atual cenário político a braços com a pressão económica e o problema da segurança”, sublinhou Mohammed Shaikhibrahim, da Euronews, no Cairo.