Última hora

Última hora

História dos mineiros chilenos revisitada em cinema

Em leitura:

História dos mineiros chilenos revisitada em cinema

Tamanho do texto Aa Aa

Está a ser rodada uma longa-metragem que conta a dramática história dos 33 mineiros chilenos, soterrados durante 69 dias, na mina de cobre e ouro, de San José, localizada no deserto de Atacama, uma das regiões mais secas e inóspitas da Terra, no norte do Chile.

O desmoronamento da mina, a 5 de agosto de 2010, deixou estes homens soterrados, a 700 metros da superfície. Mineiros e pessoal da equipa técnica conseguiu sobreviver.

O resgate foi seguido por milhões de pessoas, em todo o mundo, através da televisão.

Esta história de um resgate dramático, foi escrita com o apoio de testemunhos dos 33 mineiros e aprovada por eles, ainda que muitos segredos fiquem por contar, como relata o ator Juan Pablo Raba:

“Nós vamos mostrar parte das coisas que se passaram lá em baixo. Há coisas que os 33 homens vão levar para a sepultura, porque têm um pacto de silêncio, mas o guião teve a participação deles e foi aprovado por eles, com histórias deles”.

Uma produção hollywoodesca onde poderemos ver Juliette Binoche e Antonio Banderas, que encarna Mario Sepulveda, apelidado de “Super Mário”, o rosto público dos mineiros que participa também nesta grande produção:

“Soubemos que isto ia ser real quando a produtora chilena Fabula nos fez uma proposta, a quem estava desempregado, para ter uma participação em qualquer atividade, para ajudar, de alguma forma, nesta produção. Tivemos essa oportunidade e eu tornei-me parte da equipa de coordenação especial”.

Para chegar aqui a realizadora mexicana Patricia Riggen passou dois anos a fazer entrevistas com os mineiros, as suas famílias, equipas de resgate, funcionários do governo e jornalistas que cobriram a história porque há desafios que é importante ultrapassar:

“O maior desafio é estarmos a fazer um filme com pessoas reais, que existem, estão vivas e temos de respeitá-las ao mesmo tempo que tentamos fazer um bom filme, casar essas duas coisas é muito difícil”, explica a realizadora.

Os mineiros aprovaram o argumento. O filme está a ser rodado em Inglês e espera-se que seja lançado no próximo ano.